Siga:

Histórico

A Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP) surgiu em maio de 1969, da fusão de duas empresas mantidas pelo governo do Estado de São Paulo: o Centro Estadual de Abastecimento (CEASA) e a Companhia de Armazéns Gerais do Estado de São Paulo (CAGESP).

A Companhia, que centralizava o abastecimento de boa parte do país, rapidamente consolidou sua atuação nas áreas de comercialização de hortícolas e armazenagem de grãos.


Entrepostagem

Em 1977, quando a CEAGESP ampliou o Pavilhão Mercado Livre do Produtor (MLP), construído em 1964 no Entreposto Terminal São Paulo (ETSP), na capital paulista, chegou-se ao recorde de 6,2 mil toneladas de produtos vendidos em um só dia. A marca superou o maior mercado do mundo, o Paris-Rungis, na França.

Hoje, o ETSP, que foi inaugurado em 1966, é considerado um dos maiores centros de comercialização atacadista do planeta, com a movimentação média de 280 mil toneladas de frutas, legumes, verduras, pescados, flores e diversos (alho, batata, cebola, coco seco e ovos) a cada mês.

No final dos anos 70, a empresa iniciou o processo de descentralização, com a inauguração, em São José do Rio Preto, da primeira unidade de comercialização fora da capital. Atualmente, a Companhia mantém 12 centrais de abastecimento no interior, próximas a polos de produção e consumo.

Na mesma época, a CEAGESP também investiu no atendimento ao consumidor. Em 1979, criou o primeiro varejão com produtos frescos a preços controlados. Em 1983, vieram os sacolões para vender legumes e verduras por quilo a preço único. Em 1984, surgiram os comboios, que funcionavam como minivarejões. Finalmente, em dezembro de 1994, houve a implantação do varejão noturno no ETSP.


Armazenagem

A rede de armazenagem também acompanhou o crescimento da Companhia. Em 1970, foram construídos os primeiros silos (grandes depósitos, em forma de cilindro, para guardar produtos agrícolas) horizontais do país, acoplados a graneleiros (locais que recebem ou abrigam mercadorias a granel). Na época, a rede recebia os estoques reguladores do Governo Federal, comprados em vários estados e armazenados em cidades do interior de São Paulo.

A partir de 1986, os armazéns da empresa passaram a acondicionar açúcar ensacado, por conta da expansão da cultura de cana-de-açúcar que, ao lado da laranja, assumiu a liderança da agricultura paulista. Em 1997, a CEAGESP foi federalizada e vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.


Programa Nacional de Desestatização

Nesse mesmo ano, ocorreu sua inclusão no Programa Nacional de Desestatização (PND), com o objetivo futuro de privatizá-la. O processo de federalização foi consequência de um acordo feito à época para o abatimento de dívidas entre o governo do Estado e a União.

Em março de 2015, por meio do decreto presidencial 8.417/2015, a CEAGESP saiu do PND. A decisão se deveu ao entendimento da viabilidade da Companhia como empresa pública e, consequentemente, da importância do poder público no desenvolvimento e na aplicação de políticas específicas para o setor de abastecimento de frutas, legumes, verduras, pescados e flores.

Soma-se a isso ainda o fato de que, nos últimos anos, foi demonstrado que ela pode funcionar com eficiência e equilíbrio financeiro, a partir de uma gestão com maior autonomia.

A exclusão do PND abre um novo tempo para a CEAGESP, que poderá se ver livre de determinadas amarras que dificultam seu gerenciamento, como a impossibilidade de firmar parcerias tanto públicas quanto privadas e de ter acesso à linha de créditos para investimentos.

Com isso, será possível viabilizar vários projetos de modernização dos entrepostos e dos armazéns da Companhia. Afinal, todos os investimentos na infraestrutura, manutenção, administração etc., feitos até então, são provenientes exclusivamente da receita obtida com o aluguel e taxas pagas pelos atacadistas e varejistas (permissionários), que utilizam o espaço dos entrepostos, bem como pelos serviços prestados de armazenagem.







Enviar para um amigo

Mensagem enviada com sucesso!

Seu Nome:
E-mail do Amigo:

Comunicar um erro

Mensagem enviada com sucesso!

Seu E-mail:
Comunique o erro:
Versão para impressão Enviar para um amigo Comunicar um erro