Siga:

17/11/201711:09:26

CEAGESP fala sobre mudança do ETSP com sindicatos


Por iniciativa da diretoria da CEAGESP, foi realizada na terça-feira (14/11) uma reunião com representantes dos sindicatos representantes dos atacadistas, comerciantes e trabalhadores que atuam no Entreposto Terminal São Paulo (ETSP). O intuito foi de informar como está sendo tratada a questão da mudança do mercado da capital nas esferas municipais, estaduais e federais, e instituir transparência nas informações deste processo.

A reunião foi aberta pelo diretor presidente da CEAGESP, Johnni Hunter Nogueira, que esteve acompanhado do diretor técnico operacional da Companhia, Luiz Concilius Gonçalves Ramos. Depois de agradecer a presença de todos os representantes dos sindicatos, ele apresentou o secretário adjunto da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, Rubens Naman Rizek Júnior, e os secretários municipais Julio Semeghini (secretário de governo) e Milton Flávio (secretário de Relações Governamentais).

Rubens Rizek explicou que em breve será publicada a lista das empresas aprovadas na licitação pública aberta para a elaboração de estudos de viabilidade de mudança da CEAGESP de local, que terão 60 dias após a publicação para apresentar seus relatórios. “As melhores propostas serão escolhidas para escrevermos o projeto de mudança do mercado, que devem satisfazer itens como aproveitamento futuro do terreno do entreposto, logística e abertura de novos mercados”, explicou ele.

O secretário municipal Julio Semeghini falou da proposta da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) utilizar futuramente o terreno do ETSP para pesquisas científicas. “Temos que aproveitar a proximidade com a USP (Universidade de São Paulo) e transformar essa área para incentivar a pesquisa e a educação, bem como desenvolver polos gastronômicos, de lazer e comércio, cuja renda obtida irá favorecer as pesquisas da Fapesp”, disse ele.

Acrescentou que o governo municipal está empenhado em ajudar no período de transição, inclusive em como aproveitar a mão de obra que atua no entreposto. “Tempos planos de treinar os trabalhadores para as novas funções que um novo mercado irá abrir, para que todos possam ter oportunidade de acompanhar a mudança”, informou o secretário da Prefeitura.

TRANSPARÊNCIA

Para o diretor presidente da CEAGESP, esse processo de mudança deve ser de total transparência nas informações, para que todos os interessados possam ter acesso e registrar suas opiniões. “É de nosso interesse que todos participem, e por isso já entramos com um pedido para que nas comissões montadas para tratar da mudança da Companhia também estejam presentes representantes dos permissionários e trabalhadores, pois é necessário ouvir a todos os envolvidos”, falou Johnni Hunter Nogueira.

Os representantes dos sindicatos se apresentaram, fizeram perguntas e apresentaram sugestões, como o presidente do Sincaesp (Sindicato dos Permissionários em Centrais de Abastecimento de Alimentos do Estado de São Paulo), José Luiz Batista, que protocolou um documento em que apresenta a preocupação do setor sobre a política de abastecimento.

O presidente da Apesp (Associação dos Permissionários do Entreposto de São Paulo), Luiz Paim, entregou uma pesquisa feita com cerca de 1300 comerciantes do ETSP, apontando dificuldades enfrentadas e sugestões colhidas durante o estudo. De modo geral, os sindicalistas demonstraram preocupação com o período de transição até a mudança do entreposto de local, mas elogiaram a iniciativa da reunião.

O presidente Johnni Hunter Nogueira fez uma avaliação positiva da reunião e encerrou o encontro agradecendo a presença de todos, informando que a iniciativa irá se repetir toda vez que se fizer necessária ou quando ela for solicitada pelos sindicatos. Além da diretoria da Companhia participaram também o representante dos funcionários da CEAGESP junto ao Conselho da Administração (CONSAD), Giovanni Papini, o gerente do Departamento Jurídico, Christopher Rezende Guerra Aguiar, e o gerente do Departamento do Entreposto da Capital, Pedro Horta.

Compareceram na reunião representantes do Sincaesp, Alesp, Acapesp (Associação de Comerciantes Atacadistas de Pescados no Estado de São Paulo), Sincomflores (Sindicato do Comércio Atacadista Flores e Plantas), Sindicar (Sindicato dos Carregadores Autônomos), Sindicato Rural de São Paulo, Sincomat (Sindicato do Comércio Atacadista de Hortifrutigranjeiros e Pescados) e Sindbast (Sindicato dos Empregados em Centrais de Abastecimento de Alimentos do Estado de São Paulo).




Enviar para um amigo

Mensagem enviada com sucesso!

Seu Nome:
E-mail do Amigo:

Comunicar um erro

Mensagem enviada com sucesso!

Seu E-mail:
Comunique o erro:
Versão para impressão Enviar para um amigo Comunicar um erro

Veja também do Ano 2017 o Mês de:

Veja também o Ano de: