Siga:

14/1/202001:10:52

Conheça fatos e curiosidades da melancia, o produto da semana (14/1)


Não devemos aos egípcios somente as pirâmides: é graças aos esforços agrícolas desse povo que temos hoje a melancia. Cultivada no Egito há pelo menos 5 mil anos, é atualmente a sexta fruta mais cultivada e consumida no mundo, em um ranking onde a banana é a líder, seguida da maçã, uva, morango e laranja. A China é a maior produtora de melancia do mundo, seguida pela Turquia, Irã e Brasil, e acredita-se que ela tenha chegado nas Américas trazida pelos escravos africanos.

As regiões centro-oeste, sul e sudeste se destacam na produção de melancias no Brasil, mas a fruta tem encontrado campo fértil também no Nordeste. No Sudeste, o estado de São Paulo se destaca na região, e a cidade de Sarapuí é conhecida pelo título de “Capital da Melancia”, favorecida principalmente pelo clima de temperaturas altas na região de Sorocaba. Contudo, a cidade que mais enviou melancias em 2018 para o Entreposto Terminal São Paulo foi a de Itápolis, que mandou cerca de 6.148 toneladas do produto em 2018.

A melancia é a que mais simboliza o verão no Brasil, seja por ter a produção nos meses de setembro a abril com picos nos meses de novembro a janeiro, seja porque ela é refrescante e hidratante, ideal para combater as altas temperaturas dessa época do ano. Uma xícara dela traz apenas 45 calorias, e suas fibras ajudam o intestino a trabalhar melhor. O seu consumo pode ainda prevenir alguns tipos de câncer, doenças do coração e a diminuir dores musculares.

Além disso, a fruta é rica em vitamina C – um poderosos antioxidante natural – e traz boas quantidades de licopeno e o betacaroteno, vitaminas do complexo B, ácido pantotênico, ácido fólico, cálcio, fósforo, magnésio, potássio e cobre. Possui ainda o aminoácido citrulina, que garante a oxigenação dos tecidos, o que proporciona um melhor funcionamento cerebral e reduz a produção de amônia e ácido láctico, o que garante melhor controle de pressão arterial e captação de glicose.

No Entreposto Terminal São Paulo (ETSP) deram entrada em 2018 cerca de 109.197 toneladas do produto, que tem boa oferta de setembro a abril e é proveniente principalmente das cidades de Uruana (GO), Encruzilhada do Sul (RS), Itápolis (SP), Ocar Bressane (SP), São Gerônimo (RS) e Rialma (GO). No último dia 13/1, o produto estava sendo comercializado ao preço médio de R$ 0,91/ kg no atacado.

Para saber quem comercializa melancia no Entreposto Terminal São Paulo, acesse o nosso Guia CEAGESP no nosso portal: http://www.ceagesp.gov.br/guia-ceagesp

Confira outras ofertas e dicas da semana nas mídias sociais (Facebook, blog e Instagram) da Companhia.




Enviar para um amigo

Mensagem enviada com sucesso!

Seu Nome:
E-mail do Amigo:

Comunicar um erro

Mensagem enviada com sucesso!

Seu E-mail:
Comunique o erro:
Versão para impressão Enviar para um amigo Comunicar um erro

Veja também do Ano 2020 o Mês de:

Veja também o Ano de: