Siga:

19/2/201902:11:04

Conheça os benefícios do gengibre, o produto destaque da semana (19/2)


Tem ação bactericida, é desintoxicante e ainda melhora o desempenho do sistema digestivo, respiratório e circulatório, além de possuir propriedades termogênicas, que pode ser capaz de acelerar o metabolismo e favorecer a queima de gordura corporal. Também auxilia na digestão de alimentos gordurosos e protege o fígado.

Estamos falando do gengibre, essa raiz nativa da Ásia que tem tanto uso culinário, emprestando seu frescor para diversos pratos doces e salgados, como também é bastante utilizado para fins medicinais, principalmente para tratar problemas estomacais, pois combate enjoo, gases, indigestão, náuseas causadas pelo tratamento do câncer e perda de apetite.

Veja outras propriedades do gengibre:

  • Ajuda a prevenir a enxaqueca.
  • Alivia os sintomas da ressaca alcoólica.
  • Reduz complicações devido a diabetes.
  • Ameniza as dores da artrite e dores musculares.
  • Reduz os sintomas de gripes e resfriados.
  • Combate o mau hálito
  • Alivia dores de garganta, infecções do trato respiratório, tosse, asma e bronquite.

Muitas das propriedades do gengibre provêm do gingerol, responsável pelo sabor picante e que é uma substância dotada de propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e antimicrobianas que protegem o organismo, além de outros componentes medicinais como o cafeno, felandreno, zingibereno e zingerona. Possui ainda vitamina B6, potássio, magnésio e cobre.

Apesar de possuir inúmeras propriedades benéficas, o gengibre não pode ser consumido por todo mundo. Seus efeitos colaterais podem incluir dores de estômago e sonolência, quando consumido em excesso, e está contraindicado para pacientes que utilizam remédios anticoagulantes, porque ele pode afinar o sangue, facilitando a existência de hemorragias.

Pacientes com pressão alta e que usam medicamentos para controlar a pressão também só podem consumir essa especiaria após orientação médica, pois descontrolar a pressão arterial. Mulheres grávidas também devem limitar o consumo máximo de gengibre a 1g por cada quilo do seu peso, sendo mais recomendado usar as raspas para aliviar os enjoos durante a gestação.

No Entreposto Terminal São Paulo (ETSP) deram entrada em 2018 cerca de 8.034 toneladas do produto, que tem boa oferta praticamente em todo o ano e é proveniente principalmente das cidades de Tapiraí (SP), Piedade (SP), Santa Leopoldina (ES), Atibaia (SP), Santa Maria de Jetibá (ES) e Domingos Martins (ES). No último dia 18/2, o produto estava sendo comercializado ao preço médio de R$ 2,44/kg no atacado.

Para saber quem comercializa gengibre no Entreposto Terminal São Paulo, acesse o nosso Guia CEAGESP no nosso portal: http://www.ceagesp.gov.br/guia-ceagesp

Confira outras ofertas e dicas da semana nas mídias sociais (Facebook, blog e Instagram) da Companhia.




Enviar para um amigo

Mensagem enviada com sucesso!

Seu Nome:
E-mail do Amigo:

Comunicar um erro

Mensagem enviada com sucesso!

Seu E-mail:
Comunique o erro:
Versão para impressão Enviar para um amigo Comunicar um erro

Veja também do Ano 2019 o Mês de:

Veja também o Ano de: