Siga:

6/8/201508:09:07

Índice CEAGESP recua 0,63% em julho


No ano, o indicador registra alta de 0,33% e, nos últimos 12 meses, elevação de 9,27%.

- Descrição do Índice

Em julho, o setor de frutas recuou 1,03%. As principais quedas foram da melancia (-17,6%), banana prata (-14,5%), banana maçã (-14,6%), pera willians (-11,3%) e maracujá azedo (-9,6%). As principais altas foram do caju (26,7%), mamão formosa (24,4%), maçã estrangeira (9,7%) e abacaxi havaí (8,3%).

O setor de legumes registrou elevação de 2,46%. As principais altas foram do pimentão vermelho (47,5%), pimentão amarelo (43,5%), maxixe (15,2%) e berinjela japonesa (14,4%). As principais quedas foram do tomate cereja (-11,8%), chuchu (-9,7%), pepino comum (-7,7%) e ervilha torta (-7,2%).

O setor de verduras caiu 0,45%. As principais quedas foram do coentro (-25,7%), rúcula (-17,4%), salsa (-15,2%), agrião (-14,9%) e brócolis (-12,2%). As principais altas foram da alface crespa (38,8%), alface lisa (25,8%), alface americana (17,3%), cebolinha (15,9%) e escarola (8,7%).

O setor de diversos caiu 1,34%. As principais quedas foram da batata lisa (-8,7%), batata comum (-4,2%) e ovos (-1,7%). As principais altas foram da canjica (2,7%) e cebola nacional (1,1%).

O setor de pescados registrou queda de 2,19%. As principais baixas foram da anchova (-24,9%), abrótea (-19,6%), pescada (-18,6%) e pintado (-10,4%). As principais altas foram da lula (12,3%), espada (11,7%) e camarão ferro (9,7%).

- Tendência do Índice

São Paulo, agosto de 2015 – Os preços recuaram 0,63% no maior entreposto atacadista do país. Com exceção dos legumes, todos os demais setores registraram redução dos preços praticados. Impulsionados pelas condições climáticas satisfatórias, houve aumento do volume ofertado e melhora substancial da qualidade na maioria dos produtos. Assim, com a demanda retraída, confirmou-se a tendência de preços reduzidos no período.

Preservadas as condições climáticas atuais e com a esperada retração no consumo, este cenário deve se prolongar nos próximos meses. Somente com o início do período de chuvas, previsto para o mês de dezembro, os preços deverão inverter este viés de baixa. Assim, os produtos in natura serão importantíssimos para a manutenção da inflação em patamares reduzidos no setor de alimentos.

No setor de frutas, são muitas as opções de compra para os consumidores. Além dos citros como laranja lima, laranja pera, limão e tangerinas, também estão em plena safra o morango, a banana, a melancia, o coco verde, entre outros produtos, que apresentam preços bastante satisfatórios.


Julho - 2015

CategoriaÍndice %
Geral-0,63%
Frutas-1,03%
Legumes2,46%
Verduras-0,45%
Diversos*-1,34%
Pescados-2,19%




Enviar para um amigo

Mensagem enviada com sucesso!

Seu Nome:
E-mail do Amigo:

Comunicar um erro

Mensagem enviada com sucesso!

Seu E-mail:
Comunique o erro:
Versão para impressão Enviar para um amigo Comunicar um erro

Outros Índices de 2019:

Veja também: