Siga:

7/5/202005:01:52

Índice CEAGESP recua 1,43% em abril


- Descrição do Índice

Em abril, o setor de frutas apresentou leve queda de 0,28%. As principais reduções se deram nos preços do caqui rama forte (-39,2%), da atemoia (-26,2%), da manga tommy atkins (-23,6%), do maracujá azedo (-20,9%) e da carambola (-17,7%). As principais altas ocorreram com os preços do limão taiti (101,8%), do mamão havaí (64,4%), da uva benitaka (27,9%), do mamão formosa (23,3%) e do abacate fortuna (22,2%).

O setor de legumes registrou forte baixa de 8,99%. As principais baixas de preços aconteceram com a ervilha torta (-38,7%), com a abobrinha italiana (-32,3%), com o pepino japonês (-19,6%), com a mandioquinha (-16,8%) e com o tomate cereja (-15,5%). As principais altas se deram nos preços do pimentão amarelo (10,0%), da cenoura (4,9%), da pimenta cambuci (3,9%) e do pimentão vermelho (2,6%).

O setor de verduras apresentou baixa expressiva de 12,6%. As principais baixas registradas foram do salsão (-36,3%), da couve (-34,4%), da alface lisa (-28,2%), do almeirão pão de açúcar (-24,7%) e da salsa (-24,5%). Os maiores aumentos ocorreram nos preços da cenoura com folhas (13,3%), da acelga (9,5%), da couve-flor (6,5%) e da hortelã (2,9%).

O setor de diversos fechou o mês com alta expressiva de 19,13%. Os principais aumentos ficaram por conta da cebola (61,4%), do alho estrangeiro argentino (43,4%), do alho nacional (17,1%), do milho de pipoca estrangeiro (13,1%) e dos ovos brancos (12,8%). Não houve registro de baixa nos preços pesquisados.

O setor de pescados registrou alta de 1,44%. Os principais aumentos ocorreram nos preços da cavalinha (54,2%), do robalo (15,8%), do camarão ferro (11,7%), do salmão (7,7%) e do pintado cativeiro (7,3%). As principais baixas se deram nos preços da sardinha (-24,7%), da betara (-19,6%), da pescada tortinha (-17,1%), da corvina (-13,9%) e do namorado (-8,0%).

O índice de preços da CEAGESP encerra o mês de abril em queda de 1,43%. Os setores que apresentaram baixas acentuadas nos preços foram os de legumes e verduras, sendo que este teve forte recuo de 12,6%. Por outro lado, o setor de diversos apresentou expressiva alta de 19,1%. Apesar de ter recuado apenas 0,28% no mês, o setor de frutas acumula baixa de 11,3% nesses quatro meses do ano.
O entreposto de São Paulo continua operando normalmente e provendo o abastecimento com regularidade na grande São Paulo, interior e outros estados.
Apesar da queda do volume de vendas e do número de compradores, principalmente nas terças, quintas e sábados, os atacadistas da CEAGESP continuam mantendo a oferta de hortifrútis constante, assegurando o abastecimento regular no entreposto.
A normalização da demanda deverá ocorrer somente com a liberação de abertura dos bares, restaurantes, eventos, atividades de turismo, entre outras.

- Tendência do Índice

O Índice CEAGESP fechou o mês passado em baixa, influenciada pela forte redução dos preços nos setores de Legumes e Verduras. O mês de maio é caracterizado pela redução dos preços praticados. Normalmente, esta época do ano é caracterizada por temperaturas mais amenas, pouca incidência de chuvas nas regiões produtoras, que favorecerem à produção agrícola. Assim, a tendência de preços satisfatórios aos consumidores deve permanecer durante todo o mês.


Abril - 2020

CategoriaÍndice %
Geral-1,43
Frutas-0,28
Legumes-8,99
Verduras-12,60
Diversos*19,13
Pescados1,44




Enviar para um amigo

Mensagem enviada com sucesso!

Seu Nome:
E-mail do Amigo:

Comunicar um erro

Mensagem enviada com sucesso!

Seu E-mail:
Comunique o erro:
Versão para impressão Enviar para um amigo Comunicar um erro

Outros Índices de 2020:

Veja também: