Siga:

5/5/201705:09:29

Índice CEAGESP recua 1,59% em abril


- Descrição do Índice

Em abril, o setor de frutas recuou 3,80%. As principais quedas foram da melancia (-29,5%), da atemoia (-23,5%), das laranjas lima (-21,6%) e pera (-19,8%), da uva niágara (-17,7%) e dos mamões formosa e havaí (-14,7%). As principais altas foram da manga tommy atkins (24,8%), do morango (17,5%), do abacate quintal (15,9%) e da manga palmer (15,1%).

O setor de legumes registrou baixa de 3,39%. As principais quedas foram da ervilha torta (-36%), vagem macarrão curta (-25,4%), dos pepinos comum (-21,9%) e japonês (-20,3%), do chuchu (-20%) e do cará (-20%). As principais altas ocorreram com o pimentão verde (20,4%), com o tomate (16,1%), com o quiabo (15,6%) e com a berinjela japonesa (11,9%).

Os preços do setor de verduras também caíram, com índice de -2,06%. As principais baixas foram da couve flor (-27,4%), do brócolis ninja (-25,9%), do coentro (-23,2%), do brócolis ramoso (-17,6%) e do almeirão (-16,6%). As principais altas foram da couve (24,4%), do agrião hidropônico (23,5%), das alfaces hidropônicas crespa, lisa e mimosa (19,5% em média) e a rúcula hidropônica (18%).

Já o setor de diversos subiu 6,48%. Os principais aumentos foram da batata beneficiada lisa (38,2%), do coco seco (22,7%), da cebola nacional (19,1%), e do alho nacional (8,3%). As quedas foram registradas apenas nos preços da canjica (-4,5%) e do amendoim com casca (-4,1%).

O setor de pescados também registrou alta, com índice de 6,46%. As principais elevações foram da pescada tortinha (34,8%), do atum (31,4%), da pescada (30,4%), da betara (24,7%), da corvina (23%) e da abrótea (22,2%). Não houve queda de preços no setor no fechamento do mês de abril.

- Tendência do Índice

O Índice de preços da CEAGESP encerrou abril com recuo de 1,59%. No primeiro quadrimestre do ano, o indicador acumula queda de 0,61%.

Comparado com mesmo período de 2016, quando o índice acumulava alta de 15,55%, temos um cenário para 2017, em relação aos níveis inflacionários, extremamente positivo para o consumidor.
No acumulado dos últimos 12 meses, o indicador registra retração de 10,92% nos preços praticados.

O volume comercializado no entreposto de São Paulo em abril registrou queda em relação ao mês anterior. Foram comercializadas 253.472 toneladas ante 273.860 negociadas em abril/16 e 292.087 em março/17. Decréscimo de 7,5% em relação ao mesmo período do ano passado e de 13,2% em relação ao mês imediatamente anterior.

No acumulado do quadrimestre houve crescimento de apenas 0,51%. O volume passou de 1.083.066 toneladas negociadas em 2016 para 1.088.638 toneladas em 2017.

No mês de abril, conforme previsto pela meteorologia, o clima favoreceu o desenvolvimento das culturas, o que propiciou melhores ofertas e minimizou perdas por chuvas fortes.

O mercado, porém, sofreu com menor procura. Para os próximos meses, estima-se manutenção do nível de ofertas, com bons preços, desde que não ocorram temperaturas demasiadamente frias.


Abril - 2017

CategoriaÍndice %
Geral-1,59
Frutas-3,80
Legumes-3,39
Verduras-2,06
Diversos*6,48
Pescados6,46




Enviar para um amigo

Mensagem enviada com sucesso!

Seu Nome:
E-mail do Amigo:

Comunicar um erro

Mensagem enviada com sucesso!

Seu E-mail:
Comunique o erro:
Versão para impressão Enviar para um amigo Comunicar um erro

Outros Índices de 2017:

Veja também: